As espiãs do Dia D – Ken Follett

06-04-2016

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

as-espias-do-dia-d-blog

Boa noite, leitores!

Embora eu já tenha ouvido falar muito bem de Ken Follett, ainda não tinha tido o prazer de ler nenhum de seus livros. Felizmente, minha estreia com As espiãs do Dia D não decepcionou; pelo contrário, só me fez ficar apaixonada por ele.

O livro traz como pano de fundo uma visão micro da segunda guerra mundial, baseada em uma história real. Digo isso porque a história da Major Flick é contada com detalhes que eu nunca havia lido em nenhum livro com essa temática.

A trama se passa no cerne da guerra; Felicity “Flick” Clairet é inglesa e uma experiente major, casada com o mulherengo Michel Clairet, francês.

as-espias-do-dia-d-livroAmbos fazem parte da Resistência, que luta veementemente contra a ocupação alemã na França. Após uma tentativa frustrada de invadir Saint Cecile, um castelo tomado pelos alemães, Flick acaba tendo uma ideia para destruir a central telefônica instalada no local, principal fonte de comunicação entre os alemães: formar um grupo de mulheres para entrar como se fossem faxineiras francesas na Catedral. Acabar com a comunicação em meio a uma guerra é a forma mais eficaz de atrapalhar os planos no inimigo.

Paralelo a esse plano de Flick, que recebe bastante resistência por parte de seus superiores, a princípio, conhecemos Dieter Franck, um repulsivo líder da Gestapo, cujo objetivo de vida é justamente prender e torturar resistentes.

Os capítulos se alternam entre a missão de Flick e a tentativa de prender a major por parte de Dieter, tão logo ele descobre que a Leoparda, codinome dela, está por trás de algum plano para acabar com a ocupação alemã.

O livro todo é tenso, porque ficamos na esperança de que Flick vença, mas Dieter está o tempo todo em seu encalço. A perspectiva dela não conseguir é apavorante. É uma verdadeira luta do bem contra o mal, do que é certo contra o absurdo do errado.

Os detalhes da invasão, armas usadas, planos e treinamento trazem muita veracidade à história. Eu simplesmente adorei a escrita de Follett, ele consegue trazer todos os elementos que me cativam em um livro. O fato de mal conseguirmos respirar enquanto corremos para tentar descobrir o final é a cereja do bolo!

Se você gosta de história, emoção e até um pouco de romance, vai se deliciar com esse livro.

Soraya Abuchaim
Siga-me!

Soraya Abuchaim

Mãe, leitora compulsiva, escritora e blogueira nas horas vagas. Apaixonada por terror e suspense, me interesso por qualquer coisa que tenha sangue, ou um drama bem denso. Stephen King é o meu ídolo.
Soraya Abuchaim
Siga-me!

Related posts:



Comentários

  1. Gislaine Oliveira diz: 2016-04-07

    Oiii, tudo bem????
    Esse era um livro que eu queria muito ler quando ele foi lançado, mas depois perdi o interesse e nem lembro o motivo 😛
    Mas sua resenha me fez ficar com vontade de ler, novamente heheh. Vai para a lista 🙂
    Eu adoro tudo o que aborda a segunda guerra, então já sabe né? Meu interesse é maior ainda. Ainda mais que tem personagens fortes.
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

  2. Thalita diz: 2016-04-07

    Olá Soraya!

    Adoro o Ken Follet! Estou a tempos querendo ler esse ainda mais por falar sobre as mulheres na guerra!

    Bjs

  3. Erica Ferro diz: 2016-04-08

    Soraya, gostei muito da tua resenha. Quero ler algo do Follett justamente por essa pegada histórica que adiciona com maestria em seus livros. Me assusto com o número de páginas de suas obras, e eu acho que é isso que me faz protelar a leitura de algo dele. Porque, olha, só escuto elogios sobre a escrita dele.
    Vou lê-lo, num futuro próximo.
    Beijo!

    Blog || Fan Page

  4. Alexandre Freitas diz: 2016-04-08

    Oi Soraya,
    Tenho muita curiosidade em ler algum livro do Ken Follet.
    Inicialmente a premissa de As Espiãs do Dia D não tinha me chamado tanto atenção, mas considerando os pontos que vc levantou, talvez seja um bom livro para conhecer o autor.
    Gosto muito quando o autor consegue nos transportar para o passado, fazendo referências históricas.
    Abraço,
    Alê
    http://www.alemdacontracapa.blogspot.com

  5. Desbravador de Mundos diz: 2016-04-08

    Olá, Soraya.
    Nunca li nada do autor, mas tenho muita curiosidade. Sua resenha me deixou mais interessado ainda, visto que gosto demais de enredos envolventes e que se passem em períodos de guerra.
    Sem dúvidas darei uma chance para a obra.

  6. Fernanda Rodrigues diz: 2016-04-10

    Oi, Sô!
    Eu fiquei tensa só de ler a resenha! uahahahaha
    Imagina lendo o livro?
    Suspense não é muito o meu forte, mas gosto de tramas que se passam em guerras.

    Beijos

  7. Michele Lima diz: 2016-04-11

    Oi Soraya!

    Ainda não li nada de Ken Follett, mas história com romance eu adoro! Gostei, mas uma pra lista de leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

  8. Priih diz: 2016-04-11

    Oi Soraya!
    Adorei a dica. Esse autor já tem chamado minha atenção há algum tempo, e eu gosto muito de livros com esse ritmo eletrizante.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

  9. Nana diz: 2016-04-11

    Hum, gostei da dica. Parece ser um livro bastante interessante.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://nanaeosamigosvirtuais.blogspot.com

  10. Cecilia Mesquita diz: 2016-04-21

    Não conhecia esse livro, mas agora fiquei curiosa ♥

  11. Jeni Viana diz: 2016-05-17

    Oi, Abuchaim! Quem é viva sempre aparece, não é o que dizem?

    Como a senhorita está? E a baby? Através das redes sociais, vi que está enorme e linda! Parece muito sapeca também huehuehehue

    Cara, sobre a sua resenha, nem sei onde posso me esconder. Estou para ler algo desse autor há um booooom tempo, só que venho adiando sempre. Queria mudar isso nesse ano, mas acho bem difícil do jeito que as coisas andam.

    De qualquer forma, gostei muito da dica de leitura. Do tipo que estou precisando!

    Um beijo,
    Blog Doce Sabor dos Livros | Página no Facebook | Twitter |
    docesabordoslivros.blogspot.com

  12. Filipe Laia diz: 2016-06-09

    Oi Soraya!!!
    Eu fiquei bem curioso para ler esse livro, não o conhecia mas é do gênero que me identifico muito.
    Gosto de livros que me deixam tensos para saber o que vai acontecer no final. Sempre fico empolgado com a leitura.

Trackbacks

Não existem trackbacks nesse post

Adicionar um comentário

Loading Facebook Comments ...